,

Clube de futebol inglês é banido de liga por ser patrocinado pelo Pornhub

O site pornô levou a sério os costumes da casa e fez seus atores foderem até com o Rutherford Raiders

Provavelmente você deve está se perguntando como um patrocínio de um site pornô pode ter prejudicado (ou melhor dizendo, fudido com) um clube de futebol. Concordo, quando eu vi tive a mesma impressão.

Tudo começou quando o Rutherford Raiders estava encontrando dificuldade para arrumar algum patrocinador para o início da temporada, tendo a necessidade como urgência, pois havia pagamentos pendentes e a manutenção do centro de treinamento parada, o que era prejudicial ao time.

Depois de um período curto de procura, o clube conversou com os assessores do site pornográfico “Pornhub”, e fecharam um patrocínio que traria uma boa renda e tendo na estampa um nome bem conhecido, principalmente pros calouros viciados no “fap fap” e pelos veteranos que já gravaram com quase todas as universitárias, as vendas da camisa subiriam bastante.

Afinal, o que há de problema com um patrocínio para a equipe universitária?  Esperava ganhar uma quantidade considerável de grana para a caixa do clube, tendo que estampar a logomarca do site em troca, ou seja, nada demais.

Só que a instituição não gostou nem um pouco, não aceitando o uso do uniforme e nem dá permanência da equipe e na história da universidade.

Ou seja, essa universidade tá uma porra.

Sim, a equipe foi banida para sempre, os jogadores foram impedidos de jogar por qualquer outro clube e todos os dinheiros que foram arrecadados antes e depois pelo time foi para o bolso da universidade, tudo isso por um patrocínio inovador. (ou simplesmente foda-se)

Em todas as histórias dos filmes pornôs que são postados na Pornhub quem sempre toma no cu são as atrizes, mas dessa vez, foi um time de futebol.

Escrito por Helton Fontes

Carioca de 17 anos que reside em Rio das Ostras, estudante, escritor e produtor de conteúdos para diversos sites. Amante pela Inglaterra, por esportes como futebol americano, futebol e esgrima, leitura, política, economia, jogos e uma pitada de humor.

e claro, deixa os garotos brincar.